Outono, Inverno, Primavera e Verão astrologicamente falando

Publicado 30 de dezembro de 2011 por Poema Querubin

Lembra daquela aula de Geografia (na minha época foi na aula de Ciências Sociais) que você aprendeu os movimentos de rotação e translação da Terra? Lembra que nela você aprendeu que esses movimentos ocasionam as estações do ano? Segue um resumão:

A translação é o movimento de rotação que a Terra faz em torno do sol ao longo de 365 dias e uns quebrados. Por conta desse movimento e da inclinação do eixo de rotação da Terra em relação ao plano orbital (aproximadamente 23,5 graus), temos as estações do ano.

E sem essa que por conta do aquecimento global, o efeito estufa, a poluição e a crise (desculpa para tudo ultimamente) as estações do ano mudaram, já não são as mesmas, é tudo igual, bla, bla, bla. Exceto por aqueles que vivem em regiões específicas do planeta (próximo aos polos ou da linha do Equador, por exemplo) ou os que vivem no mundo de As Crônicas de Gelo e Fogo de George R.R. Martin*, de alguma maneira ou outra sentimos a mudança do clima conforme o ano vai passando. É que às vezes estamos tão impregnados no “varejão dos dias” (by Guimarães Rosa) que não percebemos os sinais sutis que a Natureza nos envia a todo tempo. A Terra continua girando em torno do sol, certo? E continua inclinada, ok? Então temos sim as estações do ano conforme a sua professora te ensinou – Outono, Inverno, Primavera e Verão – e enquanto a Terra não parar de girar em volta do Sol, assim será. E caso ela pare, presumo que não haverá Poema do Céu nenhum para analisar coisa alguma.

O que a “prô” não te contou naquela ocasião é que ao nascermos em determinada época do ano, absorvemos o estímulo da Natureza que a Terra recebia naquela época em função das estações do ano conforme seu ritmo. Essas vibrações representam o zodíaco (do grego “círculo de animais”) e seguem os seguintes ritmos:

- Cardinal: o impulso, início da estação

- Fixo: a estabilização da estação

-Mutável: a transformação para a próxima estação

O ano novo astrológico começa quando o Sol chega ao primeiro signo do zodíaco, Áries. A sequência rítmica zodiacal acontece em todas as estações da seguinte forma: um signo cardinal dá o impulso para o início da estação, um signo fixo a estabiliza e consolida seus atributos, e, um signo mutável faz a transição para a próxima estação. Tomando por referência o hemisfério sul de onde vos escrevo:

Início – ritmo cardinal: quando o Sol entra no signo de Áries

Consolidação – ritmo fixo: quando o Sol entra no signo de Touro

Transição – ritmo mutável: quando o Sol entra em Gêmeos

Início – ritmo cardinal: quando o Sol entra no signo de Câncer

Consolidação – ritmo fixo: quando o Sol entra no signo de Leão

Transição – ritmo mutável: quando o Sol entra no signo de Virgem

Início – ritmo cardinal: quando o Sol entra no signo de Libra

Consolidação – ritmo fixo: quando o Sol entra no signo de Escorpião

Transição – ritmo mutável: quando o Sol entra no signo de Sagitário

Início – ritmo cardinal: quando o Sol entra no signo de Capricórnio

Consolidação – ritmo fixo: quando o Sol entra no signo de Aquário

Transição – ritmo mutável: quando o Sol entra no signo de Peixes

E ao som das 4 Estações de Vivaldi (minhas partes favoritas são a do Inverno e a Tempestade no Verão), inspirem-se!

*Para aqueles que não sabem do que se trata: nesse livro, o mundo tem apenas duas estações, o verão ou o inverno, e cada uma delas podem durar longos e imprevisíveis anos.

About these ads

2 comentários em “Outono, Inverno, Primavera e Verão astrologicamente falando

  • Você viu meu e-mail? KKKKKKKKKKKK…

    Essa era uma das minhas dúvidas!!

    Timming PERFEITO, Pô! =D

    \o/

    De qualquer forma, outra dúvida: se Áries é o impulso inicial da vida, aqui no hemisfério sul do planeta, ele não deveria iniciar a partir de setembro (início da primavera para nós)??

    Eu sei que essa é uma pergunta de bruxinha preocupada com a Roda do Ano… hehehehe… E só você pode me esclarecer esse dúvida cruel!! =D

    ADOREI o post, Prima!!!

    (adoro os floquinhos caindo aqui no blog… é tão fófis…)

    =D

    \o/

    • Aii que linda!!!
      Também adorei os floquinhos, pena que eles vão parar de cair dia 06 (opção do WordPress, por mim ficaria sempre assim)

      Essa é uma visão bem norte-hemisférica da vida, porque os povos que estudaram e sistematizaram a Astrologia Ocidental nos primórdios estavam lá no Hemisfério Norte. Depois, os astrólogos fodões a partir do século XVI (William Lilly, John Dee, Guido Bonatti e cia) eram todos europeus.
      Mesmo que a correspondência seja invertida, ainda faz sentido pensar que quando o Sol entra me Peixes o gelo começa a derreter lá (fim do inverno) enquanto por aqui temos as chuvas de verão…hehe.

      Respondi seu email tá?
      Lá te expliquei mais cositas.

      Beijos

  • Deixe um comentário

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

    Foto do Google+

    Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

    Conectando a %s

    Seguir

    Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

    Junte-se a 1.614 outros seguidores

    %d blogueiros gostam disto: